Chama Paralímpica chega ao Museu do Amanhã


Como ocorreu antes da abertura oficial das Olimpíadas Rio 2016, a chama paralímpica percorrerá diversas regiões do país carregada de simbolismos.

Não será um evento tão grandioso como ocorreu com a Tocha Olímpica, que passou por centenas de cidades, mas será um evento carregado de emoção. A chama paralímpica foi acesa no dia 25 em uma cerimônia no Palácio do Planalto, em Brasília, que contou com a presença do presidente interino Michel Temer. De lá a chama vai percorrer diversos pontos estratégicos. Confira o roteiro:

Tocha Paralímpica - Foto: Alex Ferro / Divulgação

Tocha Paralímpica – Foto: Alex Ferro / Divulgação

Dia 1 de setembro de 2016 a tocha com a chama paralímpica passará por locais em Brasília incluindo a Rede Sarah, que trabalha com reabilitação de deficientes físicos.

Dia 2 de setembro de 2016, a tocha paralímpica passará por Belém, percorrendo um roteiro que inclui associações que trabalham com deficientes físicos, como é o caso da Apae.

Dia 3 de setembro de 2016, a chama paralímpica estará em Natal, no Rio Grande do Norte, onde será acesa no Palácio dos Esportes Djalma Maranhão.

Dia 4 de setembro de 2016, o fogo paralímpico chegará em São Paulo, onde passará pelo Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro, pelo Parque do Ibirapuera e também pela AACD – Associação de Assistência à Criança Deficiente.

No dia 5 de setembro de 2016 será a vez de passar por Joinville, em Santa Catarina, onde passará por locais como o Zoobotânico.

Havaverá também uma outra chama paralímpica que vai ser acesa no dia 2 de setembro, na Inglaterra, na vila de Stoke Mandeville em Aylesbury, onde fica a sede do condado de Buckinghamshire. O local é importante para os esportes paralímpicos, pois em 1943 o neurocirurgião Ludwig Guttman incluiu esportes no programa de reabilitação de pacientes que tinham lesões na medula, criando um movimento que deu origem aos esportes profissionais paralímpicos, que mais tarde vieram a ser transformados nos Jogos Paralímpicos.

As duas chamas (uma delas acesa em Brasília e a outra na Inglaterra) vão se encontrar nas ruas do Rio de Janeiro nos dias 6 e 7 de setembro. No dia 6 a chama vai ser acesa no Museu do Amanhã passando depois pelo Cristo Redentor e pelo Instituto Benjamin Constant e depois retornando ao Museu do Amanhã para passar uma noite no museu.

Be the first to comment on "Chama Paralímpica chega ao Museu do Amanhã"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*