Estações do BRT Transcarioca ficarão fechadas por tempo indeterminado


Depois dos atos de vandalismo nas estações Vila Queiroz e Otaviano do BRT Transcarioca, o consórcio responsável pelo sistema emitiu um comunicado informando que estas duas estações deverão ficar fechadas por tempo indeterminado, até que sejam apurados os prejuízos e que em breve será divulgado o coronograma de obras nas estações danificadas.

Ônibus do BRT é incendiado em Madureira - Foto: Luiz Souza / Subúrbio RJ

Ônibus do BRT é incendiado em Madureira – Foto: Luiz Souza / Subúrbio RJ

Confira a nota do BRT:

Em decorrência do vandalismo sofrido na tarde de ontem, dia 28, as estações Vila Queiroz e Otaviano estão fechadas por tempo indeterminado para levantamentos dos prejuízos. Em breve, divulgaremos o cronograma de obras das referidas estações.

Recomendamos os passageiros da Vila Queiroz utilizarem a estação Vaz Lobo. A estação Mercadão vai atender a demanda de passageiros da estação Otaviano. São as estações mais próximas, com menos de 1 km de distância.

Para se deslocar por essas localidades, o passageiro também pode optar em utilizar a linha alimentadora 618 A (Madureira x Bonsucesso), que percorre toda a Av. Ministro Edgar Romero.

O BRT lamenta a depredação do patrimônio público e conta com a compreensão de seus clientes.

Vandalismo leva o caos a Madureira

Estação Otaviano do BRT sofre atos de vandalismo - Foto: Luiz Souza / Subúrbio RJ

Estação Otaviano do BRT sofre atos de vandalismo – Foto: Luiz Souza / Subúrbio RJ

Na tarde do dia 28 de março de 2016, um grupo formado por aproximadamente 200 pessoas protestou na Avenida Ministro Edgard Romero, causando uma série de transtornos e prejuízos. O protesto ocorreu um dia após uma Ryan Gabriel, de 4 anos de idade, ter sido atingido no peito por uma bala perdida durante um confronto entre traficantes rivais. Durante o protesto houve atos de vandalismo gerando uma série de transtornos. A estação do BRT Otaviano foi depredada e a estação do BRT Vila Queiroz foi incendiada. Um ônibus comum e um ônibus articulado do BRT também foram incendiados. Policiais do Batalhão de Choque e do 9 BPM atuaram no local para conter os ânimos.

Após o enterro de Ryan Gabriel, moradores voltaram a protestar na Avenida Ministro Edgard Romero, causando novos transtornos aos motoristas e pedestres que precisavam passar pela região. O trânsito de BRT foi interrompido no local e a polícia acionada para tentar liberar as vias.

Be the first to comment on "Estações do BRT Transcarioca ficarão fechadas por tempo indeterminado"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*