Procon Estadual descarta mais de 700kg de alimentos em supermercados


Nesta sexta-feira a Operação Secos e Molhados autuou seis supermercados na Zona Sul e na Tijuca

O Procon Estadual, ligado à Secretaria de Estado de Governo, realizou, nesta sexta-feira (26/08), a terceira etapa desta semana da Operação Secos e Molhados. Desta vez foram fiscalizadas nove filiais de mercados na Tijuca e na Zona Sul do Rio. Ao todo, seis delas foram autuadas. Hoje, os fiscais descartaram mais de 91kg de alimentos impróprios ao consumo. Nas duas primeiras ações da operação desta semana foram descartados 623kg de produtos.

Procon em operação no Rio de Janeiro

A maior parte dos alimentos descartados hoje estava na Mercearia Cariocão, localizada na Rua Conde de Bonfim, 1198, na Tijuca. Estavam vencidos cerca de 47kg de produtos entre frios, doces e iogurtes. Sem especificação do prazo de validade estavam 1kg e 300g de queijo muçarela e 800g de linguiça calabresa. O Supermercado remarcou a data da validade, após o vencimento, de 10kg e 300g de mortadela de frango e 2kg e 800g de mortadela que estavam na área e vendas. Os produtos haviam vencido em 30/07/2016, mas o supermercado estendeu a validade deles para 01/09/2016. Não havia caixa para atendimento preferencial e nem certificado de potabilidade da água. Os fiscais determinaram a limpeza imediata da caixa e a apresentação do documento de comprovação da potabilidade em 15 dias.
Não foram encontradas irregularidades nos mercados Zona Sul da Rua Visconde de Pirajá, 118 e 500, ambos em Ipanema, e no Extra da Rua Mariz e Barros, 975, na Tijuca.

Balanço da Operação Secos e Molhados

1 – Mercearia Cariocão (Rua Conde de Bonfim, 1198 – Tijuca): Vencidos: 8kg de mortadela; 12kg de queijo prato esférico; 10kg e 700g de peito de peru; 3kg e 500g de linguiça;12 potes (280g cada) de doce de mamão ralado; 4 iogurtes (100g cada). Sem especificação: 1kg e 300g de queijo muçarela; 800g de linguiça calabresa. Supermercado remarcou a data após o vencimento na área e vendas: 10lg e 300g de mortadela de frango; 2kg e 800g de mortadela (venceu 30/07/2016 de acordo com o fabricante e o supermercado estendeu para 01/09/2016). Ausência de certificado de potabilidade da água. Fica determinada a limpeza imediata e a apresentação do documento em 15 dias. Não havia caixa para atendimento preferencial.

2 – Mercado Zona Sul (Rua Visconde de Pirajá, 557 – Ipanema): Ausência de certificado de aprovação e laudo de exigência do Corpo de Bombeiros. Vencidos: 800g de arroz com lentilha e 3kg de carne bovina esbranquiçada.

3 – Prix (Rua Conde de Bonfim, 540 – Tijuca): Vencidos: 5kg e 600g de queijo minas. Foi constatado que não era possível a passagem de cadeirante, apesar de haver um caixa destinado a ele.

4 – Mercado Zona Sul (Rua Prudente de Moraes, 49 – Ipanema): Produtos vencidos: 630g de peito de peru; 830g de presunto de parma; 300g de peito de peru. Produtos sem especificação: 2kg e 500g de salame; 24kg e 500g de queijo; 1kg e 500g de parma; 2kg e 200g de peito de peru.

5 – Supermercado Ultra Top (Rua Conde de Bonfim, 507 – Tijuca): Ausência do certificado do Corpo de Bombeiros. Ausência do certificado de potabilidade da água. Fica determinada a limpeza imediata e a apresentação do documento em 15 dias. Havia um registro no Livro de Reclamações da data 22/02/2016 que não foi havia sido enviado ao Procon. Sem especificação na área de vendas: 3kg de azeitona recheada. Foi constatada adulteração de validade de 2kg e 700g de azeitona preta fatiada e 5kg e 600g de azeitona recheada.

6 – Mundial (Rua Santo Afonso, 300 – Tijuca): Venda de pescado em contato com gelo. Ausência de caixa para cadeirante com largura mínima de 90 cm de passagem.

Be the first to comment on "Procon Estadual descarta mais de 700kg de alimentos em supermercados"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*