Rio de Paz protesta contra tortura e morte de adolescentes em Niterói


O Rio de Paz, filiado ao DPI da ONU, fez uma manifestação hoje, no Morro do Estado, em Niterói, em homenagem a Alexsandro, de 16 anos, e Douglas, de 15, que foram torturados e mortos, na semana passada, na comunidade Vila Ipiranga, no bairro do Fonseca. Manifestantes levaram cruzes, cartazes com os nomes das vítimas e velas acesas em uma marcha (sem interromper o trânsito) até a Praia de Icaraí, no monumento da juíza Patrícia Acioli.

Além dos manifestantes, as mães dos adolescentes, amigos e moradores do Morro do Estado estiveram presentes no ato, que tem como objetivo pedir o fim das mortes violentas nas comunidades.

“Chegamos a um ponto de inflexão gravíssimo na segurança pública do Rio de Janeiro. As estatísticas de mortes violentas crescem em um cenário de desesperança. O poder público e a sociedade precisam se reunir para buscar uma solução para este dramático problema social.”, ressalta Antônio Carlos Costa, Fundador do Rio de Paz.

Fotos da manifestação do Rio de Paz

Fotos da Manifestação cedidas pela ONG Rio de Paz – Fotos de Divulgação

Rio de Paz

Rio de Paz-2

Rio de Paz-3

Rio de Paz-4

Rio de Paz-5

Be the first to comment on "Rio de Paz protesta contra tortura e morte de adolescentes em Niterói"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*